Nota de R$ 200: lobo-guará tinha sido terceiro colocado em pesquisa feita pelo Banco Central em 2001

Escrito por em 30/07/2020

Os primeiros colocados haviam sido a tartaruga-marinha, usada na cédula de R$ 2, e o mico leão dourado, incorporado na nota de R$ 20.

O animal escolhido para a nova nota de R$ 200, o lobo-guará, foi o terceiro colocado em uma pesquisa feita pelo Banco Central em 2001 na qual a instituição perguntava à população quais espécimes da fauna gostariam de ver representados no dinheiro brasileiro.

O primeiro lugar foi a tartaruga-marinha, usada na cédula de R$ 2. O segundo, o mico-leão-dourado, incorporado na cédula de R$ 20.

Em 2012, passaram a circular as notas da 2ª família do real, modelos novos com elementos de segurança mais modernos e fáceis de verificar. Os cédulas tinham novas marcas táteis e cada valor teria um tamanho diferente para facilitar a identificação dos valores.

A criação da nota de R$ 200 anunciada nesta quarta-feira (29) pelo Banco Central faz parte de uma história de raras mudanças na gama de cédulas de real desde o início de circulação da moeda. Trata-se de um novo valor pela primeira vez desde 2002.

cédulas de real — Foto: Divulgação/Banco Central

cédulas de real — Foto: Divulgação/Banco Central


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]