Professores da rede estadual de ensino adiam greve para o dia 1º de março

Escrito por em 18/02/2021

Professores e funcionários da educação do estado do Paraná decidiram na tarde desta quarta-feira (17) que a greve da categoria será adiada para o dia 1º de março. A paralisação estava marcada para iniciar nesta quinta-feira (18), mas o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) decidiu convocar uma assembleia on-line nesta quarta para definir nova data, já que o Governo do Estado prorrogou a volta às aulas do dia 18 de fevereiro para 1º de março.

”O que gostaríamos neste momento é o retorno às atividades nas escolas, mas as condições sanitárias não são suficientes para que isso aconteça com a segurança que os trabalhadores da educação e que os estudantes tem direito e merecem. Nós, da direção estadual, temos cobrado insistentemente do Estado para que ele garanta estas condições. É uma luta pela defesa da vida”, explicou a secretaria de Funcionários da APP, Nadia Brixner.

Segundo o sindicato, inúmeras denúncias de falta de condições sanitárias das escolas estaduais foram recebidas. “Falta álcool gel, falta máscaras e até água em algumas escolas”, salientou o presidente da APP-Sindicato Hermes Leão.

“O governo ignorou os apelos do sindicato para que a formação dos profissionais acontecesse de forma online e o resultado já está aí: várias pessoas contaminadas e vários casos de estabelecimentos fechados por até duas semanas”, disse Hermes.

Foto ilustrativa: Rodrigo Félix Leal/AEN

Fonte: Tribuna Paraná


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]