Anvisa dispensa registro e libera vacinas enviadas ao Brasil pela OMS

Escrito por em 10/02/2021

Vacina contra Covid-19 – Foto: Juan Medina / Reuters

A Anvisa, Agência Nacional e Vigilância Sanitária, tomou uma decisão para acelerar a entrada de vacinas contra Covid-19 e não repetir do trabalho já feito por outras conceituadas agências internacionais.

A diretoria decidiu que vai dispensar o registro e a autorização emergencial para vacinas adquiridas do consórcio Covax Facility.

O Covax é uma coalizão de mais de 150 países liderada pela OMS, Organização Mundial da Saúde, para impulsionar o desenvolvimento e a distribuição das vacinas no mundo.

A decisão significa que, mesmo vacinas contra a Covid-19 que não tenham sido autorizadas no Brasil, poderão ser usadas se vierem com a chancela do consórcio da OMS.

De acordo com a agência, a decisão “reduz a duplicação de esforços regulatórios”.

Em outras palavras, vacinas que tenham passado por “avaliação regulatória equivalente à desempenhada pela Anvisa” devem contar com confiabilidade da parte do Brasil.

Fonte Só Notícia Boa


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]