Mulher é ressuscitada após 45 minutos morta clinicamente

Escrito por em 21/09/2021

Viva a Medicina! Uma mulher foi ressuscitada pelos médicos após ficar clinicamente morta por 45 minutos.

Kathy Patten, de Baltimore, nos Estados Unidos, estava num campo de golfe quando, de repente, sofreu o ataque cardíaco.

Quando o socorro chegou, ela não tinha frequência cardíaca, nem pulso, nem respirava.

Kathy recebeu Reanimação Cardiorrespiratória (RCP) intensiva e foi levada às pressas para o hospital Greater Baltimore Medical Center.

Curiosamente, a alguns quartos de distância a filha de Kathy, Fifer, estava em trabalho de parto para o nascimento de Alora.

De volta à vida

Após incessantes tentativas médicas de trazê-la de volta, eles finalmente conseguiram.

Foi quase 1 hora de persistência e muito trabalho para salvar Kathy.

Até os médicos de plantão ficaram surpresos com o resultado.

O Dr. Dov Frankel, um dos médicos de Patten no Greater Baltimore Medical Center, disse: “Você [Patten] nos ensinou o sentido da vida. Você nos mostrou o que significava nunca desistir”.

O caso, registrado no último dia 2 de julho, foi divulgado agora.

Caso raro

De acordo com estudo, publicado no American Journal of Emergency Medicine, não foi um milagre, mas um trabalho incessante realizado pelos médicos.

“As pessoas pensam na RCP como um milagre, mas é outro ato médico”, disse à Reuters Juan Ruiz-Garcia, do Hospital Universitario de Torrejon, em Madrid.

A reanimação cardiopulmonar, ou reanimação cardiorrespiratória, é um conjunto de manobras feitas para garantir a oxigenação dos órgãos quando a circulação do sangue de uma pessoa para. Essas manobras são feias para manter circulação sanguínea do coração e outros órgãos vitais.

Fonte American Journal of Emergency Medicine e Socientifica


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]